Claudia Schiavone

Essaúna, Cigana, Claudia... Muitas vidas, Infinitas palavras!

Textos


pelos meus 55...

Pelos meus 55...
O tempo passa!
E como é bom ver que ele passa!
As comparações com outrora são inevitáveis, mas na maioria delas, gosto mais da mulher que me tornei! Acho que algumas coisas eu  faria diferente, algumas escolhas... Mas também não sei se seria hoje quem sou!
A verdade é que temos um compromisso, assumido antes do retorno, e o difícil é isso mesmo, cumprir o prometido. Nesse balancete geral de início de novo ciclo, gosto do resultado, gosto do que aprendi ( e porque não aprendi antes...). A maturidade nos traz mais calma com a vida, menos perguntas, menos ansiedade, mais sabedoria.
 Gosto do reflexo do espelho, do que ele me mostra! Porque na imagem ainda vejo a menina romântica e sonhadora, a criança sorridente. Também vejo a mulher que batalha dia a dia, sem perder a vaidade; vejo a mãe que procura ser sempre melhor, vejo uma filha saudosa, vejo uma irmã de muitos irmãos, de sangue e de afinidades; vejo a esposa persistente, vejo a humana cheia de defeitos, vejo a dona de casa cheia de toques, mas cheia de carinho; vejo a dançarina que desabrochou e vejo a alma , intrigante, liberta e distante...
Muitas vezes não me senti desse mundo, mas todos os dias sou grata por mais um dia!
Creio no Amor, e na Eternidade! Sou poetisa! E viverei pelos meus sonhos e desejos!
Dizem que “só quem vive bem os agostos é merecedor da primavera”. Oras, nasci em agosto, e como ele sou paciente, guardo as sementes que brotarão em setembro...
Com todos os tropeços, dificuldades, algumas incompreensões, infinitas saudades, tenho o coração cheio de amor e em mim as primaveras serão sempre coloridas, como as telas que gosto de pintar!
Gratidão pela vida e por tudo o que ela me ofertou, e por todas as primaveras que ainda verei florir!
Claudia Schiavone – 09/08/2018

 
Claudia Schiavone
Enviado por Claudia Schiavone em 09/08/2018

Música: Tocando em frente - Almir Sater

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras