Claudia Schiavone

...Essaúna, Cigana, Cleópatra... Muitas vidas... Infinitas palavras!

Textos


...
As reticências poderiam começar com as rosas,
Lindas, maravilhosas, sonhadas, muito esperadas.
Poderiam também ser um cartão cheio de prosas,
De frases, pensamentos e palavras tão desejadas.
 
Indicam uma continuação intencionada do ontem,
Ou uma mudez desconcertante mediante ao amor
Escrito em palavras diretas, e aos olhos apontem,
Cada anseio, cada saudade, cada grandeza e calor.
 
Poderiam ser os cinquenta tons de tanto querer,
Começados pelo “assunto” e sugeridos no depois...
Com tudo que sempre e sem cansar se há a dizer
De momentos, olhares, silêncios e sons de nós dois!
 
Talvez, seriam uma bela, ideal e completa canção,
Daquelas que se ouvem inúmeras vezes sem parar
Onde se entorpece, inunda e incendeia o coração,
 E nos deixam assim plenos e sem saber o que falar!
 
Que fossem somente profundos e doces olhares,
Daqueles que sorriem e decifrem qualquer desejo,
Como a magia e grande fascínio de todos os luares,
Com o romantismo e deleite de um lindo cortejo!
 
Com tudo o que elas nos supõem... Ou fazem pensar,
Foram da nossa história, as mais belas e completas,
Por isso eu vim nua e tão inteira para lhe versejar,
Cheia de amor e da grande paixão de todos os poetas!
 
Claudia Schiavone- 29/10/16
 
 
 
 
Claudia Schiavone
Enviado por Claudia Schiavone em 18/11/2016
Alterado em 27/11/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras