Claudia Schiavone

Essaúna, Cigana, Claudia... Muitas vidas, Infinitas palavras!

Meu Diário
07/11/2011 01h17
COMO ESSA IMENSIDÃO...

 

Como essa imensidão... É o meu pensamento, a minha saudade, é o amor que tenho pela vida!

Tão simples viver, tão fácil amar, tão bom doar-se, tão gratificante a cumplicidade!

E quantas bênçãos recebemos: pais maravilhosos, filhos encantadores, um teto, trabalho, amigos, dias repletos de aprendizado!

Tão simples viver!

Tão fácil amar!

Ouvindo um sacerdote dizer em uma cerimônia de casamento que temos que viver para fazer o outro feliz... Mais me indignei! Como fazer o outro feliz sem descobrir em nós mesmos a felicidade? Ninguém faz ninguém feliz! As frustrações vêm disso! A felicidade é um estado de alma, é estar em paz, é amar a vida, é querer viver, é saber que as dificuldades são aprimoramento do espírito. Sendo assim, quem convive com você, sentirá toda a sua energia, e cada um tendo a sua felicidade interior, vai estar em sintonia! Não fazemos o outro feliz e não podemos esperar isso de ninguém.

Podemos sim amar, com amizade, com cumplicidade, com sintonia, com gratidão, com sabedoria!

Cada um só dá o que tem em si pra dar: se temos alegria, irradiamos alegria; se somos infelizes, transbordamos tristeza; se temos confiança, espelhamos força; se temos Fé distribuímos vida!

Cada ser é único! Cada vida é evolução e busca de luz!

E todos nós temos o direito e o dever de vivermos bem, em paz, em harmonia; “não precisamos pagar mil se só devemos quinhentos”... (palavras de uma grande amiga, e tão verdadeiras!).

Hoje, com uma grande dor por palavras ouvidas, por atitudes recebidas, venho deitar no colo desse meu diário... E me desnudo para que minhas palavras sirvam de alento a quem também seja lido por elas.

Não entendo algumas “formas” de amar... Amar é amar! Amar é cuidar, dividir; amar é carinho, é amizade. Amar é sublime!

Hoje meu corpo dói em resposta a tanta incompreensão!

Hoje o meu silêncio grita para dizer que existo, que sou feliz, que tenho sonhos e que seguirei adiante na minha jornada!

Hoje escrevo, para dizer que um ciclo se finda para um novo começar! A vida é feita de muitos ciclos...

Só quero paz e luz nos meus dias, porque a alegria tenho em mim... Como essa imensidão do mar!

 

Claudia Schiavone – 07/11/11


Publicado por Claudia Schiavone em 07/11/2011 às 01h17
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras